Candidíase

Das causas ao tratamento


A Cândida é o nome do fungo causador da doença chamada candidíase. Este fungo está sempre presente na flora normal da vagina e se for criado um meio propício ao seu desenvolvimento ele irá se proliferar. Como todo fungo, ele gosta de regiões úmidas, e a mucosa vaginal é um local ideal para ele se desenvolver. Isso ocorre principalmente no período do verão.
A candidíase, especialmente a candidíase vaginal, é uma das causas mais freqüentes de infecção genital, e a transmissão não é necessariamente sexual, portanto também pode ser transmitida por água contaminada e objetos contaminados.




SINTOMAS


 

Na mulher, a candidíase causa um dos mais irritantes corrimentos, que tem cor branca e pode ser espesso ou em grumos, com odor característico não muito forte, há vermelhidão e prurido (coceira) na vulva e/ou vagina e pode dar ardência ao urinar, provocar ardência quando da relação sexual (dispareunia), além de alterar o pH da vagina, ou seja, aumenta a acidez vaginal, impedindo que os espermatozóides atuem da forma correta, dificultando a gravidez. Com freqüência, a vulva e a vagina encontram-se edemaciadas (inchadas). As lesões podem estender-se pelo períneo, região perianal e inguinal.

O aparecimento da candidíase na gravidez é muito comum. Ela não prejudica a gestação, mas deve ser tratada quando muito intensa.


 

No homem, na maioria das vezes, não apresenta manifestações, mas, dependendo da higiene pessoal, podem ocorrer eritema da glande e prepúcio, vermelhidão e coceira no pênis e ardência ao urinar.




CAUSAS


Os fatores que podem levar à proliferação do fungo e o consequente aparecimento da candidíase são:

• Queda de imunidade;
• Erros na higiene pessoal
• Diabetes melitus;
• Infecções;
• Uso de calcinhas de lycra e/ou nylon;
• Uso excessivo de absorventes;
• Uso de calças justas junto à vulva, de tecidos grossos como o jeans;
• Permanecer com a roupa de banho molhada quando se vai à praia ou à piscina;
• Gravidez;
• Stress;
• Obesidade;
• AIDS;
• Relações sexuais com um parceiro infectado;
• Uso de determinados medicamentos imunosupressivos, e antibióticos;
• Uso de anticoncepcionais orais.




DIAGNÓSTICO


Ao suspeitar que tenha contraído a candidíase, a mulher deve se abster de qualquer contato sexual ou íntimo até que seu médico lhe diga o contrário, e de forma alguma deve recorrer a tratamentos caseiros indicados por parentes, amigos ou balconistas de farmácias, pois esta prática dificulta o diagnóstico correto, além de trazer grande angústia, tanto para a paciente quanto para o médico, pois é aí que aparecem os casos mais rebeldes ao tratamento.
Somente o ginecologista é que pode dar um diagnóstico preciso de candidíase e realizar o tratamento ideal, após realizar um exame clínico seguido de exame fresco da secreção. Os exames mais complexos na sua execução, consequentemente de maior custo, implicam na necessidade de pessoal treinado e ambiente propício para a sua realização (laboratórios de análises clínicas e microbiologia), como o exame de cultura - Isto para os casos específicos, rebeldes ao tratamento, por exemplo.
A determinação do pH também é importante, porque a cândida não sobrevive em pH alcalino.

 





 
 
 
 
 

 
 

 

 

 

Site atualizado em
07 de Abril de 2014

Visitas Únicas:      13.403.914
Hits:                  996.786.570
Pageviews:         222.607.281
Hyperlinks na Net:     191.090
Usuários Cadastrados: 37.084

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 


© Copyright 2000-2014, Planeta Bebê - Todos os direitos reservados

É expressamente proibida a cópia e/ou divulgação total ou parcial do conteúdo deste site em quaisquer meios de comunicação, mesmo que a fonte seja citada.
Todo o conteúdo deste site é protegido pelas leis de direitos autorais. A violação destes direitos constitui crime e é passí­vel de ações judiciais.
Se você deseja publicar parte de algum conteúdo deste site, por favor, entre em contato com nossa redação através do e-mail redacao@planetabebe.com.br.
Fazer cópia é desleal. Seja Ético!

Este site foi desenvolvido apenas com propósitos educacionais e orientadores, portanto não pretende, em hipótese alguma, substituir uma consulta médica ou aconselhamento de um profissional de saúde qualificado. Se você ou seu filho estiver com algum problema de saúde, procure um médico de sua confiança.

Por favor, leia os Termos de Uso antes de utilizar este site. A utilização deste site indica seu total acordo com os Termos de Uso.


Anuncie no Planeta Bebê - Quem somos - Política de Privacidade - Termos de Uso
 
Powered by - Casa das Reformas
www.casadasreformas.com.br

Melhor visualizado com FireFox e Google Chrome